Raios UV e os efeitos nos seus olhos

Todos já ouvimos falar sobre os danos que o sol pode causar à nossa pele. Mas e à nossa visão? É igualmente vital protegermos os nossos olhos dos perigos de uma exposição excessiva aos raios ultravioleta (UV).

 

 

Raios UV e os efeitos nos seus olhos

 

O nosso organismo tem a capacidade de reparar e substituir as células danificadas. Contudo, a lente dos nossos olhos é uma excepção, nunca sendo substituída. Por este motivo, podem ocorrer sintomas, como as cataratas, como resultado de danos gradualmente acumulados nas proteínas dessa lente. Estes danos são, muitas vezes, causados pelos raios UV.

Uma exposição excessiva aos raios UV na sua infância é particularmente prejudicial aos seus olhos, embora seja possível que só se manifeste bem mais tarde. Os raios UV também podem contribuir para o desenvolvimento de degeneração macular relacionada com a idade – quando a região macular do olho (o centro da retina) se deteriora. O excesso de exposição solar também pode causar cancro na pele (também conhecido como melanoma) das pálpebras.


Como proteger os seus olhos dos raios UV

• A melhor forma de proteger os seus olhos contra os danos dos raios UV é utilizar um filtro UV, o qual impedirá que a maioria dos raios prejudiciais entre nos seus olhos. Os óculos e as lentes de contacto podem incorporar protecção UV.

• Todas as lentes de contacto ACUVUE® incorporam filtros bloqueadores dos UV* no material das lentes, o que ajuda a protegê-lo ao longo do ano e não só nos dias soalheiros de Verão.

• Os óculos de sol, por si só, não bloqueiam todos os raios UV, porque a luz solar continua a poder atingir os seus olhos pelos lados dos óculos. O uso de uma lente de contacto bloqueadora dos UV oferece-lhe uma protecção adicional.

• Nem todos os óculos de sol têm o mesmo nível de protecção. Um par de óculos de sol eficazes deve conseguir bloquear tanto os raios UVA como os UVB. Embora todos os óculos de sol bloqueiem a radiação UVB, um bom par também deve bloquear 99% a 100% dos raios UVA

• Opte por umas lentes grandes que fiquem próximas dos olhos. Para evitar que a luz solar passe através dos lados dos óculos de sol, use óculos de sol com as hastes largas, muito na moda

• Óculos de sol caros de designer ou lentes polarizadas não são, necessariamente, uma garantia de eficácia contra os raios prejudiciais do sol

• Os óculos de sol vulgares – sem protecção certificada contra os UVA/UVB – podem causar mais danos aos olhos do que não os usar. Isto sucede porque as lentes escuras fazem com que as pupilas dos olhos se dilatem, deixando passar mais raios UVA que danificarão a retina e as lentes dos olhos

• Mesmo as crianças necessitam de proteger os seus olhos. Tal como sucede com a sua pele, a maioria dos danos solares aos seus olhos só é detectada numa pessoa depois de vários anos. Assim, a protecção solar é vital para os jovens

• A luz solar é mais intensa entre as 10 e as 14 horas, o que significa que a exposição da pele aos raios ultravioleta é mais perigosa nessa altura. No entanto, pesquisas recentes demonstraram que os olhos estão em maior risco a meio da manhã e ao fim da tarde, pelo que deve certificar-se de que os seus olhos estão bem protegidos durante todo o dia.

• A luz reflectida por causar queimaduras nos olhos. Em grandes altitudes, em montanhas cobertas de neve, praias arenosas e corpos reflectores de água, como lagos, rios e o mar, a exposição solar é ainda mais intensa

• Uma boa nutrição também pode ajudar a proteger os seus olhos. A luteína, que se encontra em alimentos como a couve de folhas frisadas, os espinafres, os brócolos, e muitos frutos e legumes amarelos ou cor-de-laranja, funciona como antioxidante para protecção das células. Ajuda a evitar que a luz azul prejudicial atinja – causando danos – o tecido posterior sensível da retina. Assim, a luteína pode ajudar a suportar a protecção oferecida pelas lentes de contacto e pelos óculos bloqueadores dos UV


*As lentes de contacto que absorvem os UV não substituem os óculos de sol de bloqueio dos UV, porque não cobrem completamente os olhos e a área circundante.